share on facebook
Programação Paralela do Educativo Bienal

A exposição 30 × bienal – Transformações na arte brasileira da 1ª à 30ª edição apresenta a Programação Paralela do Educativo Bienal, uma série de produções contemporâneas nacionais de música, cinema, dança e artes plásticas que ocorrem em três finais de semana (dias 23, 24 e 30 de novembro; e dias 1, 7 e 8 de dezembro).

Para elaborar a Programação Paralela, o Educativo Bienal realizou uma pesquisa histórica sobre a relação das Bienais anteriores com outras formas de arte: “Percebemos que algumas Bienais ultrapassaram as fronteiras como espaço de exposição de arte e se tornaram também lugares para estar, ampliando a relação com o público”, afirma a coordenadora geral do Educativo Bienal Carolina Melo. A Programação Paralela, com sua diversidade de produções, acaba trazendo um novo público para a exposição em cartaz. “Queremos oferecer outras referências e experiências da mostra, ativá-la de outra forma”.

O artista plástico Paulo Von Poser, que já coordenou ações educativas da Bienal na década de 1980, vai ministrar ateliês livres de desenho. A bailarina Marika Gidali, fundadora do Ballet Stagium e atuante em diversos projetos da área da educação, e o designer gráfico Alexandre Wollner, que expôs na 2ª Bienal, conversam sobre seus processos criativos. O tema é o IV Centenário de São Paulo, momento em que a 2ª Bienal de São Paulo (1953) passou a ocorrer no atual edifício projetado por Oscar Niemeyer.

Haverá exibição de 4 filmes da série Iconoclássicos, longas-metragens sobre personalidades da cultura brasileira produzidos pelo Itaú Cultural. Os documentários selecionados para a Programação Paralela são sobre o poeta Paulo Leminski, o músico Itamar Assumpção, o cineasta Rogério Sganzerla e o dramaturgo José Celso Martinez Corrêa.
José Miguel Wisnik, Celso Sim e convidados farão uma apresentação especial com letras do designer gráfico André Stolarski, coordenador de comunicação da Bienal de São Paulo falecido em agosto de 2013.

No domingo, 8 de dezembro, às 18h30, os percussionistas Sapopemba e Ari Colares farão um “arrastão musical”, que começa no terceiro pavimento do Pavilhão e desce até o térreo, para marcar o último dia da mostra 30 × Bienal.

Programação Paralela
*todas as atividades no Pavilhão Bienal, exceto Ateliê na casa da artista plástica Amélia Toledo

23/novembro, sábado
15h-17h
Espaço do artista: Ateliê na casa da artista plástica Amélia Toledo (esgotado)
Limite de 10 pessoas (inscrição prévia pelo email: educativo@ bienal.org.br)
Uma van levará os inscritos até a casa da artista.

24/novembro, domingo
10h-11h30
Espaço de investigação: Conversa com o crítico cultural Lorenzo Mammi sobre história da arte brasileira nas décadas de 1950 e 1960.
15h-17h
Espaço do artista: Conversa com a bailarina Marika Gidali e o designer gráfico Alexandre Wollner sobre processos criativos e o IV Centenário de São Paulo.

30/novembro, sábado
10h-11h30
Espaço de investigação: Exibição de filme da série Iconoclássicos. Mr. Sganzerla – Os signos da luz, de Joel Pizzini. Documentário sobre a vida e obra do cineasta Rogério Sganzerla.
15h-17h
Espaço do artista: Ateliê com Paulo Von Poser, desenho livre.
 
1/dezembro – domingo
10h-11h30
Espaço de investigação: Exibição de filme da série Iconoclássicos. Ex isto, de Cao Guimarães. Documentário sobre a vida e obra do poeta Paulo Leminski.
15h-17h
Espaço do artista: Ateliê com Paulo Von Poser, desenho livre.
 
7/dezembro - sábado
10h-11h30
Espaço de investigação: Exibição de filme da série Iconoclássicos. Evoé: Retrato de um antropófago, de Tadeu Jungle e Elaine Cesar. Documentário sobre a vida e obra dramaturgo José Celso Martinez Corrêa.
17h- 18h30
Espaço do artista: José Miguel Wisnik, Celso Sim e convidados cantam composições de André Stolarski.
 
8/dezembro, domingo
10h-11h30
Espaço de investigação: Exibição de filme da série Iconoclássicos. Daquele Instante em Diante, de Rogério Velloso. Documentário sobre a vida e obra do músico Itamar Assumpção.
18h30
“Arrastão musical”: encerramento da mostra com cantor Sapopemba e o percussionista Ari Colares.

Serviço:
30 × Bienal - Transformações na arte brasileira da 1ª à 30ª edição
Fundação Bienal de São Paulo - Parque Ibirapuera · Portão 3
Ter, qui, sáb, dom e feriados: 9h - 19h (entrada até 18h)
Qua, sex: 9h - 22h (entrada até 21h)
Fechado às segundas-feiras
Entrada gratuita