share on facebook
Carta do Presidente

A trajetória da Bienal de São Paulo, principal evento artístico brasileiro que figura entre os grandes eventos no circuito internacional de arte, se confunde com a história da arte da segunda metade do século XX. Mais do que isso, ao longo de seus sessenta anos e de sua rotina expositiva ininterrupta, a Bienal estabeleceu conexões sucessivas entre experiências de movimentos, artistas e obras nacionais e internacionais e foi, sem dúvida, um dos elementos determinantes da história da arte brasileira.

Um ano após a bem sucedida experiência da 30ª Bienal, a Fundação Bienal se dedica a um exame minucioso sobre esse processo histórico. A mostra 30 × Bienal – Transformações na arte brasileira da 1ª à 30ª edição, que temos o prazer de apresentar, busca investigar, no presente, o que o seu curador Paulo Venancio Filho denomina como "tradição moderna e contemporânea brasileira". Com a presença de 222 obras de 111 artistas brasileiros que já passaram pelo evento, 30 × Bienal traça um extenso panorama sobre os principais eixos da produção artística nacional, abrangendo desde a abstração geométrica ao concretismo, a arte pop, a geração conceitual e os reflexos dessas tendências na produção dos artistas da atualidade. Ao incorporar itens valiosos do acervo do Arquivo Bienal, a exposição também se configura como uma oportunidade para o público entrar em contato com um material raro pertencente à Fundação Bienal.

Não podemos deixar de notar ainda que o impacto da atuação da Bienal extrapola os limites da arte e influencia outras áreas de maneira igualmente positiva, notadamente, no campo da educação. Ao longo de suas seis décadas de atividades, a Bienal formou milhares de educadores e professores, cujo trabalho e dedicação apaixonada ajudaram a transformar o ensino de arte no país. No plano econômico, é preciso sempre reconhecer seu estimulo na criação de outros centros de arte e na consolidação de um mercado vigoroso, que movimenta uma extensa cadeia de serviços ligados à cultura e ao conhecimento.

A realização da mostra 30 × Bienal conta com apoio do Ministério da Cultura, das Secretarias de Educação e Cultura do Estado de São Paulo e da Prefeitura de São Paulo, além do engajamento de empresas patrocinadores como Itaú, Instituto Votorantim e Sabesp.

Luis Terepins
Presidente da Fundação Bienal de São Paulo